Adestramento Inteligente Rio, por Reginaldo Ribeiro
Apresentação Serviços oferecidos Metodologia de adestramento Quem é Reginaldo Ribeiro Fotos e vídeos de adestramento. Entre em contato com o adestrador Reginaldo Ribeiro
Quando se educa um cão com AMOR, é carinho que se recebe dele.
 

Artigos, Informações Úteis e Notícias

Você Está Pronto Para Ter Um Cão?

01/03/2012


O texto e a proposta para refletir feita a seguir são do adestrador Cesar Milan, o "Encantador de Cães". Que tal ler antes de adquirir um cão?


Você Está Pronto Para Ter Um Cão?

Parece ser uma pergunta simples e de fácil resposta, mas temos visto na prática que não é. Para vocês terem uma idéia, estas são as causas mais comuns de reclamações que ouvimos de pessoas que querem dar os seus animais.

O cachorro foi comprado pro meu filho que não cuida dele. Eu nunca quis ter cachorro em casa/apartamento.

É uma grande ilusão esperar que uma criança, ou mesmo um adolescente vá tomar conta de um animal, com todas as responsabilidades que estão envolvidas nesta relação. A maioria dos cachorros é uma ótima companhia para crianças e jovens, mas nem tudo é festa. Cachorros precisam ser alimentados, escovados, educados, banhados, exercitados, e amados com regularidade. Não dá para deixar o cachorro sem comida e sem passear porque apareceu um lugar legal para passar o fim de semana. Os pais devem estar conscientes que quando eles permitem que o filho tenha um animal, eles estão compactuando com esta adoção, e que, desde que o mundo é mundo, os cachorros sobram pros pais.

Se você não quer tomar conta do "neto" peludo diga não e bata pé. Seja firme. Você não precisa ter um animal, e todo o trabalho que vem junto, se você não quiser. Só não vale é deixar e descontar no bicho depois.

O cachorro é um amor, super bonzinho, adoro ele. O único problema é que ele solta pêlos e eu detesto pêlos na casa.

É verdade. Cachorros soltam pêlos. Algumas raças mais do que outras, mas praticamente todos soltam pêlos. Cachorros pequenos não soltam, necessariamente, menos pêlos do que cachorros grandes (mesmo que os grandalhões tenham uma "área" bem maior) e, normalmente, cachorros de pêlo curto soltam muito mais pêlo do que os de pêlo longo. O pêlo curto também é muito mais difícil de limpar do que o pêlo longo.
Algumas pessoas têm alergia a pêlos, meu caso, e embora eu nunca tenha deixado de ter bichos por causa da alergia, o melhor é levar todos os membros da família até o canil da raça que se pretende adquirir e ver quem é mais sensível e, se mesmo assim, está tudo bem.

As raças que possuem o subpêlo (um pelinho mais curto, denso e fofinho junto ao corpo e por baixo do pêlo longo), são os que soltam mais pêlos na primavera e no verão, e que precisam ser escovados para se livrar deste pêlo.
Todas as vezes que eu ouço uma pessoa dizendo que vai dar o cachorro porque ele solta pêlos, duas imagens me vêem a cabeça: A primeira é de uma pessoa devolvendo uma blusa porque a lã pinica. A outra é de uma pessoa "devolvendo" o marido porque ele também solta pêlos e está ficando careca.
Nem tanto ao mar, nem tanto a terra. Mas seria bom que as pessoas se lembrassem que cães tem sentimentos, que se apegam e confiam em seus donos. Eles nunca poderiam imaginar que seriam "devolvidos" simplesmente porque eles soltam pêlos, e que todo amor que eles nos proporcionam não seria levado em consideração.
Na grande maioria dos casos a perda de pêlos ocorre intensamente nos meses da primavera e do outono (os cães estão "trocando de roupa") e uma boa escovada no fim de tarde vai ajudar muito na relação entre o dono e o peludo.

O cachorro chora o dia todo porque está sozinho.
O cachorro late e chora a noite toda porque fica sozinho.


Ninguém gosta de ficar sozinho o dia todo. Nem um cachorro. Também não acho que qualquer pessoa iria encarar como sendo agradável a experiência de dormir sozinho no quintal ou trancado na cozinha. Posso entender e respeitar a decisão de uma pessoa que opta por ter um cão que vai ficar o dia todo sozinho, ou que prefere que o cachorro não fique dentro de casa, mas estas pessoas deveriam estar atentas que este não é um processo fácil para um cachorro. Especialmente se ele for um filhote. Cães são animais sociais, criados geneticamente para viver em grupos e se proteger mutuamente durante a noite.
Para tentar minimizar o problema é preciso que o dono reserve algum tempo do seu dia para se dedicar plenamente ao cão. Brincadeiras, carinhos e cuidados só pro peludo irão fazer com que ele sinta que também é parte da família e que também é aceito por esta família. Caso contrário ele irá se sentir como um cão proscrito. Aquele que é obrigado a viver à margem da matilha, sem poder chegar perto e compartilhar do aconchego, calor e segurança do grupo. Também nestes casos, em que os donos passam muitas horas do dia fora de casa, ou que o cachorro irá viver do lado de fora, é mais aconselhável escolher uma raça que seja naturalmente mais independente do que outras. Só não vale depois ficar reclamando que o cachorro não liga muito pro dono e prefere o caseiro.


Esta avaliação funciona da seguinte forma:

Antes de decidir ser dono de um cachorro, você deve ler as perguntas e responder. Se as respostas forem “Sim” para cada uma das partes iniciais das dez perguntas e “Não” para a segunda parte (a que está entre parênteses), é porque você está pronto para ser dono de um cão.


As Perguntas:

1- Eu me comprometo a passear com meu cão pelo menos uma hora e meia todos os dias? (Ou somente o deixarei no quintal e concluirei que ele já fez "bastante exercício"?)

2- Estou disposto a aprender como ser um líder de matilha calmo e assertivo com o meu cão? (Ou permitirei que ele faça o que quiser, porque isso é mais fácil?)

3- Estabelecerei regras, limites e restrições claros na minha casa? (Ou permitirei que o cão faça o que quiser, quando quiser?)

4- Vou me comprometer a servir água e alimento a ele? (Ou vou alimentá-lo apenas quando me lembrar?)

5- Darei carinho apenas em momentos adequados e quando meu cão estiver calmo e submisso? (Ou o abraçarei e beijarei quando ele estiver temeroso, agressivo, ou sempre que eu quiser?)

6- Levarei meu cachorro ao veterinário regularmente, sempre que seja necessário lavá-lo, medicá-lo ou vaciná-lo? (Ou só o levarei ao veterinário quando ele estiver doente ou ferido?)

7- Vou providenciar para que o meu cão seja socializado e treinado adequadamente, de modo a não representar m risco a outros animais e seres humanos? (Ou vou torcer para que nada de ruim aconteça e mandar as pessoas saírem de perto?)

8- Limparei a sujeira que o meu cachorro fizer sempre que eu passear com ele? (Ou vou pensar que o coco dele não é problema meu?)

9- Estou disposto a aprender sobre psicologia canina de modo geral e sobre as necessidades específicas da raça do meu cão? (Ou vou tratá-lo como achar que devo?)

10- Comprometo-me a separar uma quantidade de dinheiro caso tenha que chamar um profissional para tratar um problema de comportamento do meu cão ou precise levá-lo ao veterinário com urgência? (Ou ele só vai ter o que eu puder dar no momento?)


 
<< Voltar para listagem de Artigos e Informações Úteis <<
 
 

Veja Mais

 
Maus-tratos é crime, denuncia no IBAMA linha verde 0800-61-8080, ou na delegacia mais próxima.

principal  |  serviços  |  metodologia  |  quem sou eu  |  fotos e vídeos  |  contato  |  favoritos
© Adestramento Inteligente Rio 2012 Design by Fábio Dutra