Adestramento Inteligente Rio, por Reginaldo Ribeiro
Apresentação Serviços oferecidos Metodologia de adestramento Quem é Reginaldo Ribeiro Fotos e vídeos de adestramento. Entre em contato com o adestrador Reginaldo Ribeiro
Quando se educa um cão com AMOR, é carinho que se recebe dele.
 

Artigos, Informações Úteis e Notícias

Estresse

07/03/2012


Não é apenas o ser humano que pode sofrer de estresse. Essa palavra, tão comumente usada nos dias atuais, não é nenhuma novidade no mundo animal.
Sob condições adversas, tais como: transporte, mudança de ambiente ou na rotina da casa, morte do dono ou na família e viagens, os animais podem reagir com mudanças fisiológicas e/ou comportamentais.
Alguns animais apresentam diarréias quando voltam do banho em petshops. Por melhor que seja o tratamento oferecido, para esses animais a situação gera estresse capaz de causar-lhes diarréia. Nesses casos, é aconselhável que o dono acompanhe o animal durante o banho.
A introdução de um novo animal na casa pode ser um fator estressante para outro que já viva no ambiente, independente da espécie. A reação pode ser comportamental, com sinais que vão da agressividade à apatia, ou fisiológicos, com vômitos, diarréia ou perda de apetite.
A morte do dono é uma situação extremamente estressante. Muitos animais se recusam a comer por vários dias e perdem o interesse por tudo que os cercam. Há casos em que o animal chega a adoecer e até mesmo morrer, logo após a morte de seu dono. Notamos que esses animais não demonstram reação positiva ao tratamento, nos dando a impressão de total desinteresse por viver.
Em cães e gatos, a ausência do dono, diminuição do tempo ou frequência dos passeios, mudança de um empregado da casa, obras ou reformas ou situações em que o dono passa menos horas com o animal, podem causar estresse.
Na maioria dos casos, retirando-se a causa do estresse, o animal volta à sua vida normal. O estresse não é uma "doença" nos animais, mas um estado bastante comum. Ele pode sim gerar queda de resistência no organismo e levar a uma doença.
O estresse não pode servir de diagnóstico antes de eliminarmos todas as outras prováveis causas que levem a mudanças no comportamento e fisiologia. Nem todo o animal que está "diferente", está estressado; ele pode estar doente. Não deixe de procurar o veterinário.

Silvia C. Parisi
médica veterinária - (CRMV SP 5532)
silvia.parisi@vidadecao.com.br


 
<< Voltar para listagem de Artigos e Informações Úteis <<
 
 

Veja Mais

 
Maus-tratos é crime, denuncia no IBAMA linha verde 0800-61-8080, ou na delegacia mais próxima.

principal  |  serviços  |  metodologia  |  quem sou eu  |  fotos e vídeos  |  contato  |  favoritos
© Adestramento Inteligente Rio 2012 Design by Fábio Dutra